Ecológico

A isocret do Brasil-ICF colabora com o desenvolvimento econômico sustentável.

Os recursos madeireiros são rapidamente consumidos pelo desenvolvimento industrial, cada vez mais se impõe a sua preservação. O Bloco Isocret-ICF representa hoje, portanto, um produto que substitui a madeira em varias fases de utilização na construção colaborando para a sua na conservação assim como de todo o ciclo de vida das florestas e seus habitantes.

O EPS é um produto sintético proveniente do petróleo e deriva da natureza, tal como o vidro, a cerâmica e os metais.

Quimicamente, o EPS consistem de dois elementos, o carbono e o hidrogênio. O isopor não contem qualquer produto tóxico ou perigoso para o ambiente e camada de ozônio (está isento de CFC). O gás contido nas células é o ar. Por se tratar de um plástico e de ser muito leve, o processo de fabricação consome pouca energia e provoca pouquíssimo resíduo sólido ou líquido. O gás expansor incorporado na matéria prima (o poliestireno expansível) é o pentano. O EPS pode ser considerado um produto ecológico, já que não contamina o solo, a água e o ar e é 100% reciclável e reaproveitável.A utilização do EPS como isolamento térmico permite poupar energia que, durante a vida útil do edifício, pode chegar a ser centenas de vezes superior à energia consumida durante o seu fabricação. Esta economia de energia significa que, para além preservar os recursos energéticos, o uso de EPS reduz a emissão dos gases poluentes e dos gases que contribuem para o efeito estufa na atmosfera.
Fonte: Secretaria do Meio Ambiente - Curitiba Paraná e Ambiente Brasil

MEIO AMBIENTE

O EPS - poliestireno expandido: um material de isolamento térmico eficiente, seguro e de reduzido impacto ambiental, a Isocret-ICF apresenta vários aspectos relevantes ao EPS. A partir daí é possível tirar as seguintes conclusões:

  • O EPS é um bom exemplo para o uso eficiente dos recursos naturais.
  • O fabrico e utilização não comportam nenhum risco para a saúde humana nem para o meio ambiente.
  • O EPS não danifica a camada do ozônio. Não utiliza, nem nunca utilizou, no processo de fabrico gases das famílias CFC e HCFC.
  • O processo de fabrico consome pouca energia e não gera resíduo.
  • A utilização de EPS no isolamento térmico de edifícios proporciona uma poupança notável de energia, conduzindo a uma redução das emissões de CO2 e SO2, contribuindo para atenuar o efeito estufa e a chuva ácida.
  • As embalagens em EPS, para além de conferirem uma proteção completa aos produtos embalados, poupam combustível no transporte, pois o seu peso é muito reduzido.
  • As embalagens de EPS são higiênicas, podendo estar em contato direto com os alimentos, pois cumprem todas as normativas sanitárias.
  • O EPS não constitui substrato para fungos e outros microorganismos.
  • O EPS representa uma pequeníssima parte dos resíduos sólidos urbanos(< 0,1 %).
  • O EPS encerra um alto poder calorífico (1 kg de EPS corresponde a 1,3 kg de combustível líquido) o que o torna propício para a recuperação energética através da incineração.
  • O EPS não é solúvel em água, pelo que não liberta substâncias para o ambiente.
  • O EPS é 100 % reciclável.

CONCLUSÃO FINAL

Análises do ciclo de vida demonstram que o EPS tem um impacto ambiental inferior aos materiais concorrentes nos mesmos usos.
Fonte: www.acepe.pt

Mande uma Mensagem
Use o formulário abaixo para esclarecer dúvidas sobre o Sistema Construtivo Isocret-ICF ou qualquer assunto relacionado ao sistema.