Anti-chamas

Não inflamável e não propagar a chama

Os produtos ISOCRET-ICF foi testado e aprovado pelo IPT, Instituto de Pesquisas Tecnológica de São Paulo, atendendo plenamente os critérios de avaliação técnica estabelecida pela Norma MB-1192/77, a qual, determina o grau de resistência de fogo para componentes construtivos. Constituído de material anti-chamas, tem a sua classificação como EPS-F.

A REAÇÃO AO FOGO DO EPS O EPS não Inflamável (ocasionalmente denominado "auto-extinguível") contém ainda um inibidor de combustão. Em contacto com uma chama o EPS Não Inflamável contrai, dificultando a sua ignição. Só após uma exposição prolongada à chama é que se pode dar a ignição do material, embora a propagação da chama seja sempre muito limitada.

De um modo geral, o EPS colocado em edifícios deverá ser coberto por camadas de materiais não combustíveis. A exemplo de argamassas, reboco, revestimentos de cerâmica, pedras (granito, mármore, ardósia etc) Nestas situações o EPS não constitui qualquer risco suplementar de incêndio para um edifício, devido à sua baixa densidade e devido ao fato do EPS Não Inflamável não propagar a chama.

Testes biológicos sobre a toxicidade dos gases gerados pela combustão do EPS revelaram que o único agente tóxico é o monóxido de carbono. O risco para a saúde deste gás é, no entanto, diminuto em comparação com os gases libertados pela combustão de outros materiais habitualmente presentes em edifícios.
Fonte: www.acepe.pt

Mande uma Mensagem
Use o formulário abaixo para esclarecer dúvidas sobre o Sistema Construtivo Isocret-ICF ou qualquer assunto relacionado ao sistema.